Desvendando os pincéis de maquiagem: entenda quando e como usá-los

Quem está se aventurando há pouco tempo no mundo da maquiagem pode realmente ficar perdida em meio a tantos pincéis. Cerdas, formatos, funções… Cada um tem sua especificidade e dá para garantir que a escolha faz muita diferença no resultado final!

Um esfumado, por exemplo, ficaria muito mais marcado se feito com o pincel errado. Por isso, é hora de desvendar esse mistério e aprender de uma vez por toda sobre os principais pincéis de maquiagem:

1. Pincel para base

As bases em bastão são mais fáceis de aplicar para quem ainda está começando. Mas caso opte pela líquida, existem dois tipos de pincéis de maquiagem que você pode escolher:

  • Língua de gato: o nome original desse pincel é “pincel de base” mesmo, mas o apelido ficou. É o mais fácil de encontrar e também o mais famoso, de cerdas sintéticas brancas e com uma superfície lisa. Ele oferece alta cobertura e aplica bastante produto, mas pode deixar as linhas de expressão marcadas se for mal espalhado;
  • Duo Fibre: esse é um pincel que tem cerdas sintéticas e naturais, por isso o nome. É macio e deixa a pele com um aspecto mais natural do que o Língua de gato, ótimo para o dia a dia.

Uma boa sugestão é aplicar a base com o língua de gato e, então, usar o duo fibre para dar um acabamento mais bem-feito, esfumando com movimentos giratórios.

2. Pincel para corretivo

Para aplicar o corretivo, o Precision Kabuki é um dos melhores pincéis de maquiagem. Ele tem pequenas cerdas na cabeça, geralmente arredondadas e retas. Para a aplicação de corretivo líquido ou cremoso, dê preferência para aqueles de nylon macio, que absorvem menos o produto.

É possível encontrá-lo em diversos tamanhos e o segredo é se perguntar qual será o maior uso desse pincel: é para olheiras? Ou para cobrir espinhas? Baseando-se nessa resposta, escolha um tamanho adequado para a área desejada.

3. Pincel para sombra

São muitos os pinceis disponíveis para sombras, até porque são muitas as etapas nas regiões dos olhos. Simplificando o processo, há uma divisão daqueles que servem para aplicar a sombra e os que são para esfumar:

  • o large shader é uma das melhores opções para aplicar. Ele é feito com fibras naturais, mas é mais firme e duro. Deixa a cor concentrada e pode ser utilizado também para a aplicação de glitter. Em contrapartida, pode ficar marcado se não esfumar bem;
  • o pincel de esfumar pode ser redondo ou com um lado prensado. O primeiro se encaixa no côncavo, é mais comprido e fino. Já o segundo funciona para quem tem o côncavo pequeno.

4. Pincel para pó iluminador

Como o ideal é que o iluminador não fique concentrado demais na pele, os pincéis indicados para a aplicação do produto são mais grossos. Podem ser com a ponta redonda ou em leque, sendo esse último ideal para garantir um visual mais leve.

5. Pincel para blush

O pincel para blush costuma ser o segundo mais grosso de um kit de pincéis de maquiagem, perdendo apenas para o kabuki utilizado para pó facial. Ele garante um esfumado de efeito natural nas maçãs do rosto. Quem prefere o blush mais marcado pode optar por um pincel chanfrado.

6. Pincel para contorno

Falando em pincel chanfrado, ele é um dos preferidos quando o assunto é contorno. Dá um aspecto esfumado e natural, afinando as áreas desejadas. Já o kabuki chanfrado é mais denso e de precisão, concentrando mais produto, mas requer cuidado para evitar exageros.

Não existem regras para o uso dos pincéis. É possível utilizar um de sombra para aplicar corretivo e o chanfrado para blush ou contorno, por exemplo. O importante é testar e descobrir com qual você se adapta melhor e como fica o acabamento.

Lembre-se também de higienizá-los e nada de dividir com as amigas, viu? Isso evita chances de contaminação.

Tem alguma dúvida ou dica sobre pincéis de maquiagem? Conte pra gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This